Apesar de dia difícil, Marussia comemora seu desempenho nos EUA

Bianchi espera melhorar o desempenho na temporada

Mesmo não tendo feito uma grande corrida, a Marussia conseguiu se manter à frente das Caterhams e comemorou o resultado.

 

A temporada está chegando ao fim e com ela, está perto do desfecho, o duelo particular entre Marussia e Caterham. E no GP dos EUA, o penúltimo da temporada, a Marussia conseguiu dar mais um passo importante na disputa com a rival, deixando-a para trás novamente, com Bianchi chegando à frente dos dois carros da rival.

 

Bianchi chegou à frente das duas Caterhams e deixou a Marussia mais próxima do seu objetivo principal nessa temporada.

Bianchi chegou à frente das duas Caterhams e deixou a Marussia mais próxima do seu objetivo principal.

Jules Bianchi, terminou o GP dos Estados Unidos em 18º e creditou aos pneus, o seu dia difícil em Austin. “É justo dizer que hoje foi a corrida mais difícil da temporada para mim. Foi uma longa corrida, com apenas um pit-stop, onde mudamos do pneu médio para o pneu duro e eles foram pouco eficazes”, contou.

Apesar de ter enfrentado problemas na prova americana, Bianchi ficou feliz por terminar à frente das Caterhams. “O início foi bom o suficiente para me colocar à frente de Van der Garde, então eu estou realmente feliz com a corrida porque consegui manter as Caterhams atrás de mim. Fizemos uma boa corrida hoje e vamos para a última corrida, no Brasil, mais confiantes”, afirmou

Max Chilton, seu companheiro de equipe, foi o 21º no grid, disse estar satisfeito com o seu desempenho e prometeu dar o seu máximo no GP do Brasil, para terminar a temporada à frente das Caterhams.  “Eu estava consciente de que seria uma corrida difícil e solitária para mim, mas estou satisfeito com o trabalho que eu fiz e eu acho que a minha volta mais rápida reflete isso. O nosso carro tem um bom desempenho contra as Caterhams, por isso vamos jogar tudo o que temos na última corrida, no próximo fim de semana, para conquistar o nosso objetivo”, encerrou.