Após 1ª temporada da Liberty, Brawn vê evolução na F1: “estamos vendo que o campeonato está em alta”

Brawn

Diretor esportivo da F1 se diz satisfeito com o primeiro ano de comando dos novos gestores comerciais

 

A Liberty Media avalia o trabalho realizado na primeira temporada à frente da Fórmula 1. Com uma atualização na comunicação, além de uma série de novidades nos bastidores, a nova detentora dos direitos comerciais acredita que faz um bom trabalho.

Para Ross Brawn, o primeiro ano pode ser considerado um sucesso. “Eu acho que o esporte virou uma página. Estamos vendo que o campeonato está em alta, mais fãs estão vindo a corridas.”

“Felizmente, tivemos algumas boas corridas neste ano, o que tem sido o grande fator. A corrida é sempre essencial para o que fazemos. Mas estou feliz com o ano”, declarou o diretor esportivo da entidade.

Os CEOs da Liberty Media ainda encontram alguns obstáculos na tentativa de modernizar a Fórmula 1.

Porém, o diretor britânico admitiu que os atuais gestores começaram a encontrar resistência em suas tentativas de reformular o esporte. “Eu acho que está ficando difícil agora, porque estamos começando a analisar algumas mudanças fundamentais.”

Recentemente o grupo revelou detalhes sobre a mudança nos regulamentos do motor 2021 e os planos para reduzir gastos. Como isso, recebeu a negativa dos fãs, além de ouvir queixas das principais equipes, com a Ferrari ameaçando deixar a categoria.

Brawn, que iniciou na modalidade contribuindo com a Williams, e tem passagens pela Benetton e pelo time de Maranello, admitiu que perdeu “a adrenalina” do esporte em seu papel atual. “Mas estou muito satisfeito com o que posso ver dos nossos planos para o futuro.”