Boullier desmente especulação sobre McLaren ter procurado Mercedes para discutir fornecimento de motor

Boullier

O diretor de corridas do time de Woking classificou o episódio como um conjuntos de rumores. E ainda exaltou o trabalho apresentado pela Honda na Fórmula 1.

 

Na semana passada, a imprensa britânica especulou a possibilidade da McLaren ter procurado a Mercedes para discutir possível fornecimento de motor híbrido na temporada de 2018 de Fórmula 1. Segundo o rumor, a equipe de Woking estava insatisfeita diante dos problemas técnicos ocorridos na unidade de força da Honda. Apesar de ter procurado, a escuderia inglesa foi rejeitada, segundo especulações, pela montadora alemã.

Neste sábado (25), Eric Boullier desmentiu tal rumor. Segundo o diretor de corridas do time de Woking, a recente especulação é apenas um conjunto de inverdades. A McLaren não estaria interessada em receber propulsor híbrido da Mercedes. E ainda estaria confiante na sua parceria com a Honda.

Boullier desmente rumor sobre possibilidade de McLaren romper contrato com Honda

“Rumores são rumores”, respondeu Boullier em entrevista para a revista britânica ‘Autosport’. “Acho que o nosso desempenho na pré-temporada criou toda essa especulação”, continuou. “Não. Não há tal coisa”, declarou. “Obviamente que estamos analisando as opções em que temos para nos recuperarmos. Esperamos estar onde queremos chegar”, afirmou.

“Então, com a Honda, obviamente estamos trabalhando duro. O teste [da pré-temporada] obviamente não foi tão bom. Podemos ver hoje que o nosso ritmo não é bom o suficiente. Mas, estamos trabalhando juntos”, complementou.

Questionado sobre a possibilidade da McLaren romper com a Honda, Boullier descartou essa possibilidade. “Eu disse que não iria conversar sobre esse assunto”, retrucou. “Essa é uma discussão privada. Estamos com a Honda para cobrir todas as nossas opções. Nada mais é verdade”.