Cancelamento do GP da Alemanha pode diminuir ibope na F1, diz revista

Segundo revista

De acordo com a imprensa britânica, o período de três semanas entre as provas da Inglaterra e da Hungria pode fazer os fãs da F1 a perder o interesse na briga pelo campeonato.

 

A revista britânica ‘Motorsport’ indagou a necessidade da Fórmula 1 manter o período de três semanas entre os GPs da Inglaterra e o da Hungria. Segundo a publicação, com o cancelamento do GP da Alemanha e a falta de remanejamento no calendário de 2015 de F1, existe a possibilidade de haver uma queda de audiência na transmissão da prova no circuito de Hungaroring, marcada para acontecer no dia 26 de julho.

Segundo revista

Segundo revista, a pausa de 21 dias da F1 pode prejudicar a audiência do esporte

O artigo levanta a possibilidade de que o resultado “quente” da prova de Silverstone possa não sobreviver ao prazo de 21 dias, que separa a corrida britânica da próxima que vai acontecer em Budapeste. A revista destaca que este período vai ser necessário para os times desempenharem correções e aprimoramentos nos seus carros durante os seus trabalhos em suas sedes.

Além disso, o artigo destaca que a maior perda financeira neste período de pausa de três semanas será relacionado com o marketing dos patrocinadores das escuderias. De qualquer forma, as especulações da ‘Motorsport’ podem ser realmente comprovadas somente no dia 26 de julho, quando acontece o GP da Hungria.