Donington Park descarta possibilidade de substituir Silverstone no calendário da F1

Donington já recebeu a F1 na década de 90.

Diretor do circuito afirmou que não há condições de receber a Fórmula 1 pelo fato do circuito não ser moderno e não querer se modernizar.

 

Em meio a possibilidade da BRDC, que comanda o circuito de Silverstone, quebrar o contrato com a F1 em 2019 e retirar a pista do calendário, o diretor da pista de Donington Park, Christopher Tate, descartou qualquer possibilidade do traçado receber o GP da Inglaterra a partir de 2020.

Donington já recebeu o GP da Europa em 1993 e cogitou a possibilidade de voltar a sediar uma etapa da Fórmula 1 na década passada. Entretanto, as movimentações para tentar um acordo com a categoria quase levaram a pista a fechar as portas. Agora, remediado após a situação complicada vivida, os dirigente do circuito nem pensam nesta possibilidade novamente.

Donington já recebeu a F1 na década de 90.

Donington já recebeu a F1 na década de 90.

Ao ser questionado se haveria alguma chance do GP da Inglaterra ser transferido para Donington, Tate cravou. “Absolutamente não”, garantiu o dirigente, explicando que a atual gestão da pista não pensa em modernizar o circuito.

“Temos um objetivo muito claro de manter a estrutura do circuito como ela está. Nós não temos nenhum interesse em nos tornar modernos porque teríamos que mudar completamente Donington Park”, finalizou.