Estreante em Melbourne, Ocon destaca trabalho da Force India com VJM10 como garantias de pontos no GP da Austrália

Ocon

O condutor do time de Silverstone afirmou que está bastante entusiasmado com desempenho apresentado pela máquina indiana nos testes de inverno passado.

 

O GP da Austrália possui diversos elementos que prometem marcar o ano para Esteban Ocon. Além de estrear na Force India, a corrida marcada para acontecer na madrugada do próximo domingo (26) também será reconhecida pelo francês como a sua primeira experiência no circuito de Melbourne. Nesta segunda-feira (20), o piloto do time de Silverstone relembrou desta marca. E se apresentou bastante otimista com a possibilidade de buscar pontos. Ele também exaltou o trabalho da escuderia indiana com o VJM10 durante a pré-temporada passada.

“Estou me sentindo ótimo depois de um longo inverno”, respondeu. “Estou muito animado para Melbourne”, continuou. “Será a primeira vez em que eu estou correndo em Albert Park”, afirmou. “Então, realmente, eu não conheço a pista, mas no ano passado, eu acompanhei a corrida e gostei muito do que eu vi”, argumentou.

Ocon destaca trabalho da Force India com VJM10 durante pré-temporada de 2017 de F1

“Claro que não é fácil correr em uma pista quando você não possui nenhuma experiência. Acho que fizemos um grande trabalho com a equipe durante esses testes de inverno. Continuamos trabalhando no simulador”, continuou.

“Eu penso que para essa corrida, o nosso carro deverá corresponder ao nosso objetivo que é obter pontos. Nós vamos fazer o que nós podemos fazer para isso”, complementou.

Apesar de ainda não conhecer o circuito de Melbourne, Ocon descreveu características da pista australiana. “Eu não sei muito sobre Albert Park”, respondeu. “Então o que eu senti da pista é que é uma faixa muito boa”, argumentou.

“A pista é do tipo velha escola. E eu gosto muito deste tipo de circuito. Claro que não é nada fácil. Quando você conhece a faixa por antecedência, você tem ideia sobre como podemos trabalhar na configuração do set-up, o que pode deixar os carros mais rápidos ou não”, opinou. “Mas, acho que podemos trabalhar para obter a melhor configuração possível da nossa máquina”.