Hamilton supera Rosberg e faz o melhor tempo do dia

Mercedes se surpreende em ter que usar ordem de equipe com seus pilotos

Após ver o seu companheiro dominar as ações no treino da manhã, Lewis deu o troco em Nico e liderou com folga a segunda sessão de treinos livres em Spa-Francorchamps.

 

Se depender do desempenho nos primeiros treinos livres, nesta sexta-feira, a disputa entre Nico Rosberg e Lewis Hamilton será intensa neste fim de semana do GP da Bélgica. Segundo colocado pela manhã, o campeão de 2008 deu o troco no seu companheiro de equipe e marcou o melhor tempo do dia na sessão da tarde. O tempo que garantiu a liderança do britânico foi de 1min49s189, seis décimos mais rápido do que o alemão.

Hamilton liderou o segundo treino em Spa

Hamilton liderou o segundo treino em Spa

O segundo treino livre em Spa-Francorchamps contou com duas bandeiras vermelhas ainda na primeira meia hora de movimentação. A primeira foi por conta do acidente de Pastor Maldonado, enquando a segunda bandeira vermelha foi acionada após Esteban Gutiérrez rodar na pista.

Mesmo assim, a Mercedes não foi atrapalhada pelas interrupções. Tanto que Lewis e Nico conseguiram marcar os melhores tempos do dia em mais uma sexta-feira. A marca dos dois foi alcançada com os pneus mais macios, que foram colocados na parte final do treino.

Quem também mostrou um bom desempenho mais uma vez foi a Ferrari de Fernando Alonso. O espanhol manteve-se na terceira colocação na tabela de tempos, assim como aconteceu pela manhã, mostrando que a escuderia de Maranello pode sonhar com um bom resultado, ao menos, na classificação.

Após um fraco desempenho pela manhã, Felipe Massa mostrou que a Williams não perdeu o seu ritmo após as férias de verão. O brasileiro marcou o quarto tempo da tarde. Já o seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas, concluiu a segunda sessão com o sexto melhor tempo. Entre eles apareceu Jenson Button, da McLaren, com o quinto tempo.

Daniel Ricciardo também melhorou a sua marca, mas pouco subiu na tabela de tempos. Nono colocado pela manhã, o australiano terminou o dia apenas com o oitavo tempo. No entanto, a sua performance foi prejudicada por um problema nos freios dianteiros, que o obrigou a perder um pouco de tempo nos boxes. Mas o pior ficou para o seu companheiro de equipe, Sebastian Vettel. O alemão foi forçado a ficar fora do treino da tarde por problemas elétricos apresentados pelo seu bólido ainda na sessão matinal.

Na nona e na décima colocações apareceram Kevin Magnussen, da McLaren, e Nico Hulkenberg, da Force India. Os dois tiveram desempenhos inferiores aos apresentados mais cedo. Mesmo assim, não chegam a ser uma decepção.

Depois de ser dado como fora do fim de semana, Max Chilton conseguiu resolver suas pendências com a Marussia e já assumiu o carro da equipe nesta tarde. O britânico terminou o treino da tarde na décima oitava colocação. Já o estreante André Lotterer, da Caterham, foi o último colocado, levando em consideração que Pastor Maldonado e Sebastian Vettel não chegaram a marcar tempo.

Confira os tempos:

FP2 - Bélgica