Hartley espera por nova chance após primeira corrida na F1

O jovem piloto fez sua estréia na F1 no GP de Austin, no qual terminou em 13º

 

Após salvar sua carreira com ida relâmpago para a Toro Rosso, o jovem Brendon Hartley fez sua estréia na F1 no último final de semana, durante o GP de Austin, nos EUA. O neozelandês, campeão mundial de Endurance e substituto da equipe, precisou entrar na pista para substituir Gasly, sem conhecer seu carro e largando na última posição do grid, devido à penalização por mudanças feitas em sue motor. Ele terminou a corrida em 13º, 27 segundos atrás de Kvyat.

“Foi duro! Mas foi incrível. Eu tirei a pressão sobre mim no fim de semana, mas ver a bandeirada quadriculada no GP de estreia foi incrível. Tive algumas batalhas duras por lá – a disputa com Ericsson no fim foi bem interessante, andando lado a lado por umas quatro ou cinco curvas seguidas”, comentou Hartley.

O jovem piloto chegou de para-quedas na F1 após a sua equipe, a Porsche, anunciar que sairia da WEC a partir do próximo ano. Depois da sua estréia, ele falou sobre a sensação única de dirigir um carro da elite do automobilismo. “É um carro muito rápido. Em curvas de alta, ele é chocantemente rápido. Não houve nenhum carro que foi tão rápido quanto esses em alta velocidade. E aprender sobre os pneus… eles são tão diferentes do que eu estou acostumado. Eu não tenho experiência com os Pirelli, especialmente na classificação. Na corrida eu acho que administrei bem”, contou Brendon.

Toro Rosso foi a forma que Hartley encontrou para salvar sua carreira

Apesar da empolgação causada pela sua estréia na categoria, o neozelandês sabe que enfrentou alguns desafios. “É difícil ter largado lá de trás. Não tive a melhor das largadas, mas é algo em que preciso trabalhar”, admitiu Hartley. Perguntado sobre a possibilidade de pilotar novamente, ele reponde: “Eu gostaria! Mas agora terei que ver. Eu realmente não sei. Até o momento, eu não fiquei fazendo perguntas. E foi a mesma coisa quando a equipe me chamou para fazer o teste no simulador. Eu não queria saber, apenas fiz o trabalho, e foi assim que levei o fim de semana.”

Gasly deve estar retornando do Japão ainda nessa semana, e com a performance de Hartley e todos os problemas que envolveram Kvyat, a Toro Rosso ainda não confirmou qual será a dupla de pilotos que disputarão o GP do México, que acontece no próximo domingo, às 17h.