Honda está indecisa sobre planos de atualizações do seu motor V6 Turbo

F

Segundo Yusuke Hasegawa, a fabricante japonesa está analisando sobre que mudanças fazer no seu propulsor híbrido para a segunda parte do campeonato de 2017 de Fórmula 1.

 

A Honda planeja realizar atualizações do seu motor híbrido na segunda metade da temporada 2017 de Fórmula 1. Disso todos já sabem. No entanto, a montadora parceira da McLaren ainda tem dúvidas sobre qual área modificar na sua unidade de força. Essa frase foi confirmada nesta sexta-feira (11) pelo chefe de motor da empresa de Sakura, Yusuke Hasegawa.

“Conhecemos o alvo, onde outras equipes alcançaram”, afirmou Hasegawa em entrevista para a revista britânica ‘Autosport’. “Nós sabemos que a maioria das equipes estão usando o mesmo conceito de motor”, continuou. “Mas, obviamente, não conhecemos uma solução extra, o design exato e o mesmo nível em que podemos chegar”, argumentou.

Hasegawa comenta sobre escolha de área que Honda deverá atualizar nos próximos meses

“Mas conhecemos a direção. E também a alguns elementos que temos de apresentar. Estamos focando exclusivamente na combustão. Mas também em todas as áreas, como consumo de combustível, peças auxiliares, em todos os lugares, para assim, encontrar a verdadeira potência”, complementou.

Hasegawa também admitiu que a Honda subestimou o conceito arquitetônico de motor adotado para temporada de 2017. “Embora que precisamos de tempo para estabilizar”, respondeu.

“Mas de ponto de vista de conceito, sim, subestimamos. Entendemos que foi um estágio em que precisamos superar. Foi difícil, mas estamos fazendo isso. Embora que um ano não seja o suficiente para isso”, opinou.

“Teoricamente falando, já conseguimos dar alguns passos à frente. Estamos no meio da meta. Mais alguns passos, acho que podemos alcançar os melhores corredores”.