Lauda tira chapéu para a Ferrari e admite favoritismo dos italianos em Cingapura

Lauda

Segundo o ex-tricampeão da Fórmula 1, Cingapura tem um trajeto propício para a Ferrari

 

A equipe a ser batida em Marina Bay, se agitou depois da luxuosa dobradinha em Hungaroring no fim de julho. Entretanto a rival Mercedes não perdeu o foco e retomou o campeonato, quando Lewis Hamilton ganhou duas vitórias consecutivas em Spa e Monza.

Se o SF70H mostrou um ritmo equivalente ao das Flechas de Prata nas curvas belgas, isso não aconteceu nas longas retas de Monza, onde a potência do motor Mercedes garantiu o pódio. Um sucesso duplo que permitiu a recuperação de Hamilton no campeonato e o fez assumir a ponta da competição. De acordo com Niki Lauda, presidente não-executivo da Mercedes, a vitória em Monza desferiu um sério golpe para o moral da Ferrari, especialmente porque a equipe corria em casa, com o apoio da torcida.

Lauda (D) teve um passado extraordinário com a Ferrari, mas quer ver Hamilton no 1º lugar de Cingapura.

Entretanto a lenda austríaca adverte sobre a participação da escuderia italiana em Marina Bay. “Eles foram mais rápidos do que nós em uma série de oportunidades e Vettel é capaz de ajustar as coisas em Cingapura. Lembre-se de Spa, onde ele estava muito próximo durante todo o fim de semana. Menos na corrida da Itália, quando teve problemas com o desenvolvimento do carro. ”

O ex-piloto que conquistou dois [1975 e 77] de seus três títulos enquanto corria pelo time vermelho, admitiu seu apreço pela escuderia, mas garante torcida para sua atual equipe: “Ferrari ainda é o favorito para Cingapura. Meu coração está com eles, mas minha cabeça ainda com a Mercedes e serve-me muito bem… A questão é quem vai ganhar no fim de semana e espero que seja Hamilton.”