Mallya escapa da Índia para evitar prisão por falta de pagamento de dívidas

Segundo revista,

De acordo com a imprensa italiana, a justiça indiana ainda abriu inquérito acusando o dono da Force India de crimes como lavagem de dinheiro e fraude fiscal.

 

Vijay Mallya vai começar a temporada de 2016 com grandes dores de cabeça em relação à justiça indiana. Nesta quarta-feira (9), a revista italiana ‘Omnicorse’ informou que o dono da Force India escapou do seu país natal para evitar o cumprimento do mandato de prisão expedido pelo Superior Tribunal de Bangalori, em Nova Déli, que o acusa de crimes como fraude fiscal, lavagem de dinheiro e o não pagamento de dívidas bancárias.

Segundo revista,

Segundo revista, Mallya fugiu da India para evitar prisão por crimes financeiros

De acordo com a publicação, Mallya estaria devendo cerca de US$ 1,2 bilhão (R$ 4,4 bilhões) para aproximadamente 17 bancos indianos. O artigo ressalta que este valor foi adquirido para tentar salvar a sua empresa aérea da falência, a Kingfisher. Apesar disso, os esforços para quitar o déficit financeiro da companhia não obtiveram sucesso.

A revista também destaca que parte deste dinheiro obtido para tentar salvar a Kingfisher também foi investido na Force India entre os campeonatos de 2013, 2014 e 2015. Existe a especulação de que pelo menos US$ 75 milhões (R$ 277,5 milhões) ainda restam da quantia que foi emprestadas pelos 17 bancos indianos. Esse dinheiro estaria guardado em contas no exterior. A publicação citou que tentou entrar em contato com Mallya, mas ele não queria responder sobre as acusações.