McLaren espera escapar de penalidade por troca de motor em Cingapura

Vandoorne

A McLaren aguarda notícias da Honda sobre a possível mudança do motor no carro de Stoffel Vandoorne.

 

Por correr com um chassi mais apropriado para as pistas de alta resistência, o circuito de Marina Bay se torna adequado à McLaren. O fato de ser bem fechado oferece uma das suas melhores oportunidades de adicionar pontos na temporada. Entretanto, se a Honda não puder reparar o eixo que quebrou no carro de Vandoorne no último GP, a equipe poderá receber uma penalidade.

Um quebra do componente na qualificação não pôde ser resolvida há tempo para a corrida e o piloto foi forçado a sair da disputa na Itália por uma falha repetida.

Mesmo assim a escuderia acredita no bom desempenho em Marina Bay.

Existe o otimismo de que a Honda seja capaz de resolver o problema sem a necessidade de um novo motor, ainda não foi confirmado pela fabricante japonesa. Dessa forma Eric Boullier, diretor de corrida da McLaren, espera fazer uma boa participação no próximo GP. “Cingapura é uma das melhores chances do ano em termos de combinar o nosso pacote com as características deste incrível circuito de rua. Trabalhamos arduamente para tentar evitar receber penalidades que pudessem travar nosso progresso lá, e esperamos não ter que usar novos elementos da unidade de poder, embora isso ainda não seja oficialmente confirmado .”

Lembrando que a Honda introduziu um pacote de energia atualizado na Itália que ajudou Vandoorne a um slot no Q3.

Com a expectativa de colher melhores frutos em Cingapura, Boullier está confiante no potencial da sua equipe em levar ambos os carros à final da fase de qualificação e afirma: “Em Cingapura, deve ser ambos os carros com alvo no terceiro trimestre.”