Motor de Hamilton não deve ser preocupação para Mercedes

H

Piloto inglês relatou vibrações estranhas no carro durante o GP de Suzuka

 

Logo após o fim da corrida no Japão, Lewis Hamilton acionou seu rádio para comunicar à equipe que estava sentindo vibrações estranhas no seu bólido durante as últimas voltas da etapa. Imediatamente, o relato do líder do campeonato gerou preocupação sobre a possibilidade de um problema no motor. Segundo o chefe da Mercedes, o exame de telemetria feito após o GP não indicou nenhuma falha na unidade de potência da escuderia alemã.

“Nós não vimos nada no motor. Examinamos todas as métricas. Precisamos realmente entender o que ele quis dizer. O meu pressuposto é que, quando você estiver na liderança, e seu concorrente principal tiver abandonado, se ouve coisas. O mesmo se aplica para nós no pitwall ou na garagem. Você só quer que a corrida termine”, disse Toto Wolff, abrindo a possibilidade de que na verdade nada tenha acontecido. Hamilton, por sua vez, falou que sua mensagem estava mais para um lembrete de verificar seu motor após a corrida do que um alerta de preocupação quanto à sua unidade de potência.

Toto Wolff descarta preocupação com motor 

 

“Eu não acho honestamente que haja algum problema com o motor. Eu apenas senti algumas coisas. Você apenas salienta as coisas que você pode esquecer de dizer depois, na próxima reunião. Você faz muitas mudanças de marca e os turbos fazem ruídos estranhos e diferentes vibrações começam, então espero que não haja nada. Eu não acho que haja nada, acho que foi apenas uma mudança curta que o motor não gosta tanto. Então eu acho que foi isso”, disse o líder do campeonato.

Após Vettel ter abandonado a corrida por um problema na vela de ignição, surgiu um burburinho sobre a possibilidade de a Mercedes trocar a peça no carro de Hamilton, já que uma possível falha no mesmo componente que tirou seu adversário da corrida preocupou a equipe da escuderia alemã. Nada foi feito e o líder do campeonato acabou somando mais uma vitória, se aproximando ainda mais do tetra. Mesmo que nada tenha acontecido, todo cuidado é pouco nessa reta final do campeonato. O próprio Toto Wolff já disse que não irá relaxar até entender tudo o que está acontecendo com seus carros.