Promotor do GP da França anuncia colocação de mais chicanes no circuito de Paul Ricard

Na foto acima, os trechos em vermelho mostram locais

Segundo Gilles Dufeigneux, a reta Mistral deverá continuar dividida por chicane. Essas modificações devem ser realizada para preserva a segurança dos pilotos na pista francesa.

 

 

 

Apesar do GP da França está marcado para entrar no calendário da Fórmula 1 no próximo ano, nesta quarta-feira (9), os promotores da etapa francesa de F1 confirmaram a colocação de chicanes extras no circuito de Paul Ricard. A informação foi dada pelo diretor da pista francesa, Gilles Dufeigneux. Segundo o dirigente, a ideia de unificar as retas Mistral não devem acontecer. Essa decisão foi tomada por uma questão de segurança para os pilotos.

“A FIA realizou algumas pesquisas no nosso circuito sobre a velocidade”, afirmou Dufeigneux em entrevista para a revista britânica ‘Autosport’. “E no simulador, a velocidade maior registrada foi 343 km/h”, revelou. “Então a chicane é útil. Iremos colocar algumas na pista. E não iremos retirar a que fica no meio da reta Mistral”, complementou.

Na foto acima, os trechos em vermelho mostram locais onde será colocada chicanes

Questionado, Dufeigneux afirmou que os pilotos não devem ter problemas para ultrapassar no circuito de Paul Ricard. “Os pilotos disseram que a inclusão de chicane provavelmente será uma oportunidade de passar com o DRS na corrida”, respondeu.

“Mas estamos seguindo a nova configuração de circuito que foi usada no GP da Áustria. Lá pilotos como Lewis Hamilton, Sebastian Vettel e Fernando Alonso aprovaram os novos pontos de ultrapassagens. Eles gostaram e disseram que esta configuração era boa. Então, iremos a introduzir no nosso circuito em breve”.