Williams não vai discutir sobre os tempos de Kubica nos testes de Yas Marina

Em teste de pós-temporada da Pirelli, realizado em Abu Dhabi.

Equipe não comenta sobre a participação do polonês nos dois dias de testes da pós-temporada da F1

 

Robert Kubica é o favorito para assumir o assento vazio na Williams em 2018. No segundo dia dos testes da Pirelli em Abu Dhabi, o condutor ficou com a 7ª colocação, 2s atrás do líder, Sebastian Vettel.

O experiente motorista foi 0,4s mais veloz que Sergey Sirotkin, que também fazia testes com a equipe britânica. O russo marcou um melhor tempo com os pneus macios, enquanto Robert usou os novos hipermacios.

Lowe ainda busca o parceiro para Lance Stroll, mas preferiu não divulgar os tempos do polonês.

Paddy Lowe garantiu que os os tempos assinalados ofereceram uma imagem enganosa e se recusou a discutir o ritmo de Kubica. “Não vou falar sobre velocidade, é um assunto complicado. Tenho certeza que você quer que eu dê algumas respostas sobre isso, mas não é algo que não vamos discutir.”

“É um assunto, desempenho e velocidade muito complicados, então, ler uma folha de tempos é bastante enganoso, então não vou falar sobre isso. Nós nem sequer analisamos isso por nós mesmos”, acrescentou o diretor da Williams.

O dirigente assumiu que a intenção era aguardar as participações do piloto com o modelo atual. “Ele guiou o carro de 2014 em Silverstone e na Hungria, então temos muitas informações boas. Mas queríamos vê-lo conduzir o carro atual ou pneus atuais, então, era interessante ver como ele lidava com isso.”

Kubica trazia duvidas sobre a capacidade física e em Yas Marina pôde mostra sua atual condição.

Paddy revelou que as simulações do polonês em Yas Marina não apontaram problemas físicos. “Sem problemas. Ele está absolutamente bem. Boa condução, sem queixas, sem problemas. Tudo correu bem.”

Lowe insistiu que a equipe não tem pressa para escolher o condutor que formará dupla em 2018 com Lance Stroll. “Tomaremos a decisão no momento em que estivermos prontos. Não significa que os pilotos que trouxemos para este teste sejam os anunciados para o ano que vem, este foi um teste de pneus, que foi uma oportunidade de olhar para dois pilotos diferentes, bem como para que Lance lide com os pneus novos. Esse foi o propósito.”