Zetsche diz que Mercedes deverá continuar na Fórmula 1 após vencimento do Pacto de Concórdia

O presidente da Daimler afirmou que a montadora alemã já está envolvida nos debates que visam elaborar o novo regulamento técnico e esportivo para propulsores na temporada de 2021.

 

A Mercedes deverá continuar na Fórmula 1 após o vencimento do Pacto de Concórdia. Quem garantiu isso nesta terça-feira (12) foi o presidente da Daimler. Dieter Zetsche. Segundo o CEO da empresa majoritária do time alemão seria prejudicial para marca germânica deixar a F1.

“A Fórmula 1 está totalmente ligada com a história da nossa empresa”, respondeu Zetsche para o site russo ‘F1News’. “Ela rejuvenesceu a nossa marca e ajudou no nosso desenvolvimento. Então, eu não posso imaginar a Mercedes fora da F1 a partir do campeonato de 2021”, revelou. “Não pensamos deixar a categoria após o vencimento do Pacto de Concórdia”.